MACEIÓ

Covid-19: Rui Palmeira destaca ações da Prefeitura
Prefeito concedeu entrevista à TV Mar nesta quinta-feira




Prefeito Rui Palmeira em entrevista à TV Mar. Foto: Lucas Thaynan/ Secom Maceió

Em entrevista à TV Mar, nesta quinta-feira (09), o prefeito Rui Palmeira ressaltou as ações da Prefeitura de Maceió no enfrentamento à Covid-19 e o início de flexibilização na capital. O gestor falou também sobre os quase oitos anos de gestão, com destaque para o Nova Maceió, programa responsável por levar drenagem, saneamento e pavimentação a diversos bairros. 

Entre as medidas adotadas pela Prefeitura para garantir o isolamento social estão a adoção do teletrabalho para funcionários públicos, disponibilização de canais para acesso a serviços não essenciais e uma série de medidas restritivas de acessos a locais com grandes aglomerações. 

O Município agiu para inaugurar e adaptar as unidades de referência em atendimento a pacientes com síndromes gripais Walter de Moura Lima (Santa Amélia), Jorge Duarte Quintela Cavalcante (Conjunto Graciliano Ramos), UFS Novo Mundo (Novo Mundo) e URS Maria Conceição Fonseca Paranhos (Jacarecica).

“Essas unidades são pontos de triagem para sintomas gripais. Se houver sintomas de Covid-19, o médico faz um encaminhamento para o exame. Caso o resultado seja positivo, o paciente irá receber o tratamento, evitando a lotação de leitos de  UTIs”, detalhou o prefeito Rui Palmeira.  

Já na parte social, o destaque foram os kits de merenda para alunos da Rede Municipal de Ensino e a  distribuição de cestas básicas, com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep),  para famílias em situação de vulnerabilidade social. 

Economia 

A pandemia apresentou como resultado uma crise financeira que tem afetado as finanças da Prefeitura. De acordo com o prefeito, na comparação entre maio de 2020 e o mesmo período do ano passado, a receita própria caiu 38%.

“Diante desse cenário, o Município adotou medidas de renegociação de dívidas, visando arrecadar mais, entretanto, não é o suficiente. O auxílio emergencial do Governo Federal também não tem sido o suficiente. Deste modo, estamos fazendo o esforço grande para cortar despesas”, relatou Rui.

Flexibilização

 A capital alagoana entrou na Fase laranja, dando início ao isolamento controlado no combate ao novo coronavírus. Para chegar nesse estágio, foi preciso analisar o cenário da pandemia.  

“Nós avançamos uma casa em relação ao isolamento, mas ele continua. A flexibilização foi possível com base em critérios, a exemplo da redução do número de mortes e infectados por Covi-19 na capital. A população precisa continuar atenta, usando máscara e álcool em gel”, alertou o gestor.  

Além da abertura das praias, o novo decreto trouxe a permissão de funcionamento para lojas de ruas com até 400m² (exceto shopping centers, galerias e centros comerciais) e salões de beleza e barbearias com capacidade de atendimento reduzida em 50%, além de templos, igrejas e demais instituições religiosas com funcionamento reduzido em 30% de sua capacidade.

Nova Maceió e fim da gestão

Rui Palmeira falou também dos quase oitos anos de sua gestão. Avanços no Índice da Educação Básica (Ideb), reformas em escolas e unidades de saúde, construção do Centro Pesqueiro de Jaraguá e o programa Nova Maceió foram os principais pontos citados. 

Com o Nova Maceió, o Município está investindo, aproximadamente, R$ 420 milhões em 400 ruas da capital. Serão mais de 400 mil metros quadrados de pavimentação, 40 mil metros de rede de drenagem pluvial e, aproximadamente, 100 mil metros de rede coletora de esgoto. Os recursos são oriundos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Banco do Brasil, Codevasf, Governo Federal e verba própria da Prefeitura de Maceió.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MACEIÓ  |  31/07/2020 - 15h





MACEIÓ  |  30/07/2020 - 22h